Animais

Chaves para obter o filhote de cachorro para aprender a fazer suas necessidades

Pin
Send
Share
Send
Send


O fato de o cão não saber como fazer suas necessidades no momento e no lugar certos é uma das questões que mais preocupam os proprietários. Quando o cão levanta a pata e urina onde não deve ou há excremento na casa, surgem tensões e dúvidas sobre como agir. A paciência, perseverança e coerência dos proprietários são essenciais para acelerar o processo de aprendizagem do cão.

Cães não nascem, como gatos, com o instinto de saber como fazer as suas necessidades no momento e lugar certos. São seus donos que têm que ensiná-lo, pois faz parte de um comportamento que não é inato no cão, mas o fruto das normas sociais com as quais eles terão que se acostumar a viver em um ambiente humano.

Paciência e perseverança são essenciais para o cão aprender corretamente e você pode tirar proveito de comportamentos que são inatos no animal, como o fato de querer manter a toca limpa, ou a motivação para o cão receber uma recompensa por ele. fazer as coisas bem. Você sempre tem que tender para reforço positivo e não para punição.

Cães, como lobos, têm desde filhotes uma tendência instintiva de deixar a toca para fazer suas necessidades. Desta forma, mantêm o seu abrigo limpo, para evitar doenças de origem parasitária, e reduzem o cheiro que pode traí-los na frente dos seus inimigos ... É precisamente este instinto canino que deve ser usado para fazer as suas necessidades longe de casa.

Filhotes e controle esfincteriano

O filhote deve estar habilitado em uma área onde ele possa fazer suas necessidades. Um lugar que está longe de sua comida e água, bem como sua cama. O canto deve ser sempre o mesmo e deve ser coberto com jornal. O cão pode escolher a área que ele mais gosta para fazer suas necessidades. É uma questão de colocar o jornal onde ele urina ou defeca pela primeira vez.

Quando os donos estão em casa, devem supervisionar o cachorro o máximo possível sobre a maneira correta de se comportar. Se o cão faz as suas necessidades no lugar certo, você tem que recompensá-lo com carícias, parabéns verbais e um tratamento específico para cães.

Os momentos mais comuns em que o cão vai fazer suas necessidades são: depois de comer e beber, acordar ou quando ele termina de jogar, para que você possa combinar as saídas com esses momentos em que o cão está mais predisposto a fazer a sua necessidades

Programação de rotina

Um sintoma que o cão vai evacuar é quando ele fareja o chão e se vira. Quando o filhote começa a sair, ele gradualmente se acostuma a fazer suas necessidades nos momentos apropriados.

O controle esfincteriano não é totalmente alcançado até os quatro meses de idade

O horário de caminhada deve ser sempre definido nos mesmos horários, por exemplo, de manhã, depois do almoço e da tarde. No começo, até que ele consiga um bom ritmo, ele pode ser ajudado tirando-o quando estiver inquieto, porque ele quer urinar. Não é aconselhável terminar a caminhada quando o cão tiver terminado de fazer as suas necessidades, deve ser prolongado alguns minutos antes de voltar para casa, para que possa farejar calmamente, exercitar e interagir com outros cães.

De todas as maneiras controle esfincteriano Não é alcançado a todos até os quatro meses de idade, se aos seis meses, o cão não tiver um progresso adequado, é aconselhável consultar o veterinário. Não se esqueça de que é da responsabilidade dos proprietários manter a via pública livre dos excrementos de seus cães, por isso você deve receber sacolas especiais.

Educação adequada

O cão precisa definir padrões de comportamento e regras claras, então será mais fácil para ele obedecer a eles. Um cachorro tem mais capacidade de aprender Nos primeiros meses de vida e quanto mais tempo for, mais complicado será administrar e aplicar as regras básicas de convivência. Tente entender como o cão pensa. Ele não entende regras e normas porque não sabe o que são e nem para que servem. Portanto, é difícil aceitar um canto em casa, onde você pode fazer suas necessidades ou um tempo para sair.

Apenas com base em repita e insistaCom paciência e carinho, os resultados esperados são alcançados. O aprendizado do cachorro dura a vida toda, então você tem que lembrá-lo do que ele aprendeu e reforçá-lo com prêmios, quando ele cumprir as regras corretamente.

Problemas de controle do esfíncter

Às vezes, quando o aprendizado do controle esfincteriano não progride a um ritmo adequado, pode ser devido a problema físico do cão, como uma condição de rim ou bexiga. Esses casos geralmente são acompanhados por outros sintomas, como febre, perda de apetite ou decadência. Portanto, não é uma questão de conduta, mas será necessário ir ao veterinário para obter um diagnóstico e aplicar um tratamento para que o animal recupere sua saúde.

O horário de caminhada deve ser sempre definido nos mesmos horários, por exemplo, de manhã, depois do almoço e à tarde

Por outro lado, devemos ter clareza sobre as regras que queremos que o cão encontre e transmiti-las com clareza e sem contradições para que ele as entenda mais facilmente. Vamos dar um exemplo: se queremos que você faça as suas necessidades em um determinado lugar da casa, preparado com jornal, não devemos permitir que você o faça em outro lugar. Porque se ele for autorizado a fazê-lo, mesmo que apenas uma vez, um erro grave é cometido. O cão irá interpretá-lo como: carta branca para fazê-lo sempre que quiser, e será muito difícil corrigi-lo.

Coloque o jornal na área onde o cão precisa pela primeira vez.

Recompense o cachorro quando ele se sair bem. Não use métodos como esfregar o rosto do cão onde ele fez suas necessidades.

Esteja em ordem com a rotina do tempo para sair com o cachorro.

Se depois de seis meses o filhote não progrediu o suficiente, vá ao veterinário.

Paciência e perseverança são necessárias para que o filhote adquira um hábito, que não é inerente à sua natureza.

Video: O MISTÉRIO da CHAVE 5 FILHOTES de GATINHOS (Abril 2020).

Pin
Send
Share
Send
Send